[sg_popup id=16]

Extintores de incêndio com selo falso: Saiba como identificar

extintores-de-incendio-com-selo-falso-saiba-como-identificar

Infelizmente é cada vez mais comum encontrarmos extintores fraudados, sem nenhuma garantia de funcionamento. Por isso, é de fundamental importância estarmos de olhos abertos quanto a alguns detalhes para identificar as condições do extintor, que se não estiver em conformidade, pode fazer inúmeras vítimas.

Fique atento se a empresa que você está adquirindo o extintor possui certificado de registro no INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e obedece às normas de fabricação NBR 15808 (extintores de incêndio portáteis) e NBR 15809 (extintores de incêndio sobre rodas). Mesmo com os riscos e consequências, ainda existem empresas que optam por fugir das normas.

Para combater a clandestinidade, o Inmetro alterou o selo que acompanha os extintores, que passou a ser holográfico e com número de série. O fabricante do extintor precisar fazer um requerimento ao Inmetro com a quantidade de selos para a produção prevista de extintores. E tudo isso é controlado pelo Inmetro.

Como identificar extintores falsos, adulterados ou fora das normas?

  1. No rótulo, deve constar as informações referentes ao tipo de agente extintor e as orientações para as classes de fogo apropriadas;
  2. No corpo do cilindro o logo do fabricante deve estar puncionado, norma NBR correspondente, ano de fabricação e para CO2 mês/ano, logo do INMETRO, código de projeto e número de série;
  3. Verificar a presença do selo do INMETRO, com os dados do fabricante, número de série único do selo e número da licença (referente ao modelo do equipamento certificado);
  4. Garantia e validade deve ser observado através da etiqueta ou no próprio rótulo;

Selos Inmetro

Para os extintores novos, o selo é vermelho e auto-adesivo ou gravado no corpo do cilindro, com o seguinte conteúdo:

  • Marca do INMETRO;
  • Número de série do selo;
  • Identificação do fabricante;
  • Número de licença do fabricante e;
  • Identificação do Organismo de Certificação de Produto.

Após ser submetido à manutenção, o selo de conformidade é substituído por um selo de cor azul esverdeada, contendo:

  • Marca do INMETRO;
  • Número de série do selo;
  • Data da realização da manutenção;
  • Identificação da empresa que realizou a manutenção e;
  • Identificação do Organismo de Certificação de Produto.
  • Clique aqui e veja os principais indícios de falsificação do selo do extintor.

Anel de identificação externa de manutenção

tabela-cronograma-de-aneisÉ o elemento de controle adicionado ao extintor com a finalidade de demonstrar que o extintor de incêndio foi desmontado para realização dos serviços de manutenção nível 2 ou 3. O anel não pode estar violado, danificado e nem com emendas. Deve ser confeccionado em material plástico, indeformável nas suas dimensões, classificado como termorrígido (termofixo), na cor referente ao ano de sua manutenção, conforme tabela ao lado, e com dimensões compatíveis com cada um dos modelos de extintor de incêndio, de modo que o mesmo somente possa ser colocado ou removido com a prévia desmontagem do extintor. Esse anel deve possuir, no mínimo, quatro entalhes radiais, equidistantes entre si, que permitam sua ruptura antes de alcançar uma deformação de 20 mm;
Nota 1: As inscrições obrigatórias devem vir na face superior do anel, oposta aos entalhes.
Nota 2: A especificação das cores deve atender ao definido na Norma ABNT NBR 7195 – Cores para segurança.

Dicas importantes

  • Ao comprar seu extintor de incêndio, dê preferência para extintores novos, acompanhados da nota fiscal;
  • A data de fabricação é gravada no cilindro. Verifique o selo de conformidade INMETRO e se o produto está apto para uso;
  • Compare, no extintor, o nome da empresa e endereço com o rótulo e o selo do INMETRO;
  • Verifique, no extintor, se a data de execução do serviço de manutenção ou fabricação e a data de validade estão corretas;

Ao adquirir um extintor falsificado, sem registro no INMETRO, o comprador está sujeito a perder a cobertura do seguro contra incêndio, ser multado ou receber outras penalidades.

Identificando qualquer informação suspeita, denuncie o equipamento para o IPEM, através do telefone 0800-013-0522 ou pelo e-mail: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br.

 

Deixe uma resposta